Reclamar demais pode ser doença, alertam especialistas | Riobrasil Noticias

Reclamar demais pode ser doença, alertam especialistas

Reclamar demais pode ser doença, alertam especialistas

12/02/2019 13:04:00 | Rio de Janeiro | Fonte: Jornal em Destaque



 


Você convive com um reclamão, aquela pessoa que nunca está satisfeita com nada? Se a sua vida não está fácil ao lado de que reclama demais, a dela pode ser pior ainda. Além de afastar os amigos, quem vive se lamentando acaba tendo um sofrimento psicológico desnecessário.


"O reclamão tende a generalizar todas as circunstâncias. O problema está na maneira como ele interpreta a realidade. Pode ter baixa autoestima e sentimento de rejeição. Assim, reclama demais e as relações acabam ficando comprometidas", afirma Rita Khater, psicóloga da PUC-Campinas.


O que acontece?

Pessoas com baixa autoestima tendem a desenvolver um sentimento de rejeição. Assim, passam a reclamar de tudo à sua volta.

Quem tem um grau de exigência muito grande também sofre. Perfeccionismo demais pode ser um problema.

 


Segundo Rita, o melhor modo de combater o problema é a terapia: "Reclamar demais é um comportamento inadequado. Merece ser tratado", afirma. Para saber se está indo longe demais, o melhor é ficar atento aos comentários de familiares e amigos.


Como identificar?

A melhor forma de saber se você está reclamando muito é prestar atenção ao que amigos e familiares dizem sobre você. Se as reclamações sobre o seu modo de ser forem muitas, é hora de ficar ligado.

 


Para Geraldo Possendoro, professor de medicina comportamental da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), os reclamões podem ter esse comportamento como um traço de personalidade: "São pessoas muito dogmáticas, absolutistas e pouco flexíveis. Isto acaba trazendo infelicidade", diz.


Lamentações constantes podem ser, porém, sinal de doença: a distimia. "Trata-se de uma depressão leve e crônica. Distímicos são pessoas pouco esperançosas, que sofrem e se queixam muito. São normalmente rotuladas como pessimistas", pontua o especialista. Nesse caso, só a terapia não resolve. "O tratamento inclui antidepressivos", completa Possendoro.


Segundo ele, a reclamação em demasia ainda pode ser uma marca de pessoas que têm boa estrutura psicológica. "Há aqueles que são indignados com certas coisas e reclamam, pois, pensam que aquilo deve mudar. E também existem as pessoas cujas reclamações são reflexo da irritação causada por estresse, como quem trabalha demais", conclui.

 


Como reverter o problema?

Antes de fazer uma reclamação, pare e pense se aquilo é realmente necessário ou se vai magoar alguém. Às vezes, é melhor ficar calado.


Peça que seus amigos e familiares digam se você está se excedendo nas reclamações.


Antes de reclamar de algo, tente resolver o problema. Não fique parado.

 


De qualquer maneira, o professor de medicina recomenda que se você tem o rótulo de reclamão, deve procurar um especialista.

Continue lendo em jornalemdestaque

Compartilhe!




QR Code:









Eventos fotografados em Rio de Janeiro

Ver outros eventos fotografados em RIO DE JANEIRO - RJ









© Copyright 2003 / 2024 | RIOBRASIL DESENVOLVIMENTO DE SITES, SISTEMAS E ENTRETENIMENTO

SITES DO GRUPO : www.riobrasil.net - riobrasil.com.br - rb1.online - rb1.site


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.